Geral

UNIDADE AMBULATORIAL DE ATENDIMENTO À COVID-19 FECHA NA SEXTA, ATENDIMENTO PASSARÁ A SER NO FREI GABRIEL

As sucessivas quedas do número de casos de Covid-19 registrados nas últimas semanas em Frutal e a quantidade cada vez maior de pessoas vacinadas fizeram com que a Prefeitura de Frutal e a Secretaria de Saúde decidissem pelo fechamento da Unidade Ambulatorial de Atendimento à Covid-19.

O local encerrará suas atividades às 16h do dia 24 de dezembro, a partir de então, as pessoas com suspeitas de estarem com a doença ou comprovadamente tiverem contraído Covid devem procurar o Hospital Frei Gabriel, que contará com uma ala exclusiva e isolada para atender esses pacientes.

De acordo com a secretária de saúde, Lamonise Ribeiro, com o início da vacinação o número de casos da doença caiu consideravelmente. “No ápice da pandemia, houve momentos em que num único dia foram atendidas 160 pessoas no Ambulatório e registrados 7 óbitos. Então se fazia necessário que houvesse um lugar amplo e bem estruturado para prestar esse atendimento. Agora todo esse aparato médico e estrutural está ocioso, é um custo que, felizmente, não está sendo mais imprescindível”.

Lamonise faz questão de ressaltar que as pessoas com suspeita de terem contraído a doença ou que realmente estão com Covid não ficarão sem atendimento médico. “Houve uma mudança de local, o atendimento, os procedimentos continuarão os mesmos, agora no Hospital Frei Gabriel”.

A secretária de saúde ressalta que se a quantidade de casos da doença voltar a crescer em nossa cidade, o Frei Gabriel está preparado e equipado para atender a população. “Se por ventura os números aumentarem, o Hospital Frei Gabriel tem a estrutura para suportar o aumento da demanda, inclusive com capacidade de expandir o número de leitos para pacientes com Covid, se isso for necessário”.

O prefeito Bruno Augusto salienta que a queda no número de casos da doença em Frutal é prova de que os frutalenses compreenderam a importância de se vacinar. “Enquanto em outras cidades houve a recusa de uma boa parte das pessoas em se vacinarem, na nossa cidade isso foi diferente, as pessoas desejavam se imunizar contra essa doença tão perigosa”.

Por último, Bruno reforça que é muito caro para o município manter a estrutura do ambulatório, que agora está praticamente ocioso. “Ele tem um custo elevado, mas era extremamente necessário criar aquele espaço no momento de ápice da pandemia, mas agora ele já não está sendo tão utilizado. Mas não podemos esquecer que a pandemia não acabou, por isso é importante manter todos os cuidados como o uso de máscara e álcool gel”.

O Ambulatório Covid, localizado na Avenida Brasília, com a Rua Nova Ponte, irá funcionar até às 16 horas desta sexta-feira.

Inscreva-se em nossa NewsLetter