Geral

APAC Feminina de Frutal realiza jornada

Nos dias 28, 29, 30 e  31 de outubro, aconteceu a 1° Jornada da Libertação com Cristo na APAC Feminina de Frutal. Com o tema: Enquanto a pessoa vive, ela pode mudar, o evento contou com a presença do presidente da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC, Valdeci, e diversos voluntários.

Valdeci Ferreira, diretor geral das APACs, participou da jornada e informou que o método APAC é constituído de 12 elementos, mas, que o último é muito importante: a Jornada da Libertação com Cristo. “Esse elemento é essencial, demoramos 15 anos para formatar um modelo de encontro que pudesse permitir que as pessoas fizessem uma fascinante experiência do amor de Cristo”, comenta.

Valdeci explica que a jornada tem quatro dias. “Nós apresentamos o amor misericordioso de Deus e depois a gente vai colocar todos no espelho da vida para ver o filme de sua existência, ver o mal que fizeram e tomar uma decisão de vida para que ao sair da APAC podem sair pessoas de bem e que possam cuidar de suas famílias”, diz.

A jornada é um marco divisório na vida de quem cumpre pena na APAC, é o momento da decisão. “A APAC  não é uma obra para proteger bandidos, a APAC é uma obra inspirada por Deus para ajudas as pessoas a tomar uma decisão de vida”, frisa Valdeci.

A diretora geral das APACs de Frutal, Paula Queiroz, destacou que a jornada vem para finalizar e fechar toda a metodologia aplicada durante o ano nas recuperandas. “Era um sonho visto que a APAAC feminina de Frutal está caminhando para o terceiro ano e por conta da pandemia tivemos que adiar. A jornada é um momento forte de espiritualidade e também de valorização humana, terapia da realidade, onde as recuperandas tem a oportunidade de refletir sobre a vida e experimentar o amor de Deus através das palestras que são ministradas e também e escolher um novo modelo de vida para cada uma delas”, comenta.

Paula salienta que a palavra de Deus diz “estive preso e vieste me visitar”, e  a jornada mostra para as recuperandas que independente dos erros cometidos, Deus as ama, perdoa, confia e acredita que cada uma delas pode escrever uma nova história.

“Quando a gente conhece a vida de cada uma dessas irmãs em Cristo, entendemos o significado do pedido de Jesus para que estejamos juntos dessas irmãs encarceradas e que possamos contribuir para a mudança de cada uma dessas pessoas, essa é o propósito da APAC, salvar vidas para proteger a nossa sociedade”, explana.

Paula destaca que estiveram no evento várias pessoas de muitos estados para somar com aquilo que Deus tem para cada um. “Foi muito especial para nós colaboradores, diretoria, mas principalmente, para nossas recuperandas”.

O presidente da APACs, Pastor Natanel Silveira, comenta que foi um momento de muita alegria pois, depois de 2 anos sem nenhum evento, esse foi um momento de trabalhar a espiritualidade com as recuperandas e isso foi um divisor de águas para a vida de cada uma delas.

“Foi de grande proveito, Deus se fez presente esses dias e trouxe mudança, libertação, cura e tenho certeza que a APAC Feminina de Frutal alcançou o objetivo de tocar o coração de todas as recuperandas e elas foram tocadas com o amor de Deus. Tudo isso para que a pena delas sejam paga mas que traga mudança e transformação na vida de cada uma. Tenho certeza que Deus se fez presente por meio do Espírito de Deus”,

Inscreva-se em nossa NewsLetter